Resultados da sua pesquisa

O que significa mercado imobiliário?

Postado por Lançamentos RJ em abril 14, 2018
| 0

O termo mercado imobiliário é muito estudado e discutido por tanto as pessoas que estão envolvidas no meio quanto pelas pessoas que estão procurando começar a entender sobre o assunto para comprar imóveis ou ainda vender o seu próprio imóvel, porém esse termo traz consigo um grande significado e também representa dentro de si um grande número de envolvidos e pessoas que interagem nesse mercado, portanto nesse texto vamos abordar um pouco mais a fundo o que é o mercado imobiliário e quem são seus principais atores.

Porém para fazer uma análise mais precisa vamos nos focar no mercado imobiliário brasileiro, essa escolha se dá pela estabilidade do nosso mercado quando comparado aos mercados internacionais, mercados internacionais esses que passaram por grandes crises estruturais nas últimas décadas. Para ilustrar o que foi falado e exaltar mais ainda o nosso mercado podemos pegar a volatilidade do mercado imobiliário norte americano. Essa características mostrou que o mercado imobiliário dele tem muitas falhas, falhas que o mercado brasileiro já demonstrou não possuir.

O mercado imobiliário brasileiro.

Agora que estamos tratando o mercado brasileiro com exclusividade podemos aprofundar ainda mais a nossa análise e começar a falar de todos os atores envolvidos de maneira mais específica. Como todos sabemos existem uma série de procedimentos que devem ser cumpridos desde o momento em que um terreno é comprado para ser utilizado em uma construção até o momento em que o imóvel é entregue aos seus compradores, esse caminho é cheio de pessoas e órgãos muito importantes, hoje vamos aprender um pouco mais sobre eles na ordem em que eles aparecem no desenvolvimento do empreendimento.

Donos dos terrenos: O primeiro ator envolvido nessa história é o dono do terreno original. Geralmente as pessoas que possuem terrenos são grandes empreendedores do ramo agropecuário ou possuem porções de terras situadas em lugares que as cidades precisam usar para continuar a crescer. Geralmente as construtoras entram em contato com esses grandes donos de terreno e compram uma parte considerável para dividir em parcelas menores e vender, essa estratégia é chamada loteamento, loteamento esse que pode ser vendido para outras empresas construírem os seus empreendimento ou para compradores que possuem planos de construir sua própria casa.

De maneira geral as construtoras quando planejam fazer um loteamento só se responsabiliza pela parte do fornecimento de saneamento básico, ou seja, preocupam-se em garantir o fornecimento de água, luz, tratamento de esgoto, asfalto, entre outros.

Empresas de serviços: Empresas de serviços são empresas especializadas em pegar um terreno completamente natural e prepará-lo para as construtoras no ponto para ser construído. São exemplo desse tipo de empresas as empresas de terraplanagem, essas empresas são responsáveis por receber um terreno cheio de irregularidades e desníveis geográficos e entregá-lo para as construtoras plano e pronto para receber as fundações necessárias para as construções futuras.

Construtoras: Finalmente chegamos na principal etapa de todo o empreendimento, as construtoras são especialistas em encontrar terrenos perto de cidades e construir novos empreendimentos de qualquer natureza, seja ela de natureza comercial ou somente que vão ser usados para moradia.Depois de encontrar os melhores locais para investir as construtoras contratam engenheiros e arquitetos para construir empreendimentos que combinem com as necessidades do mercado local.

Outra função que é exercida pelas construtoras é o encaminhamento do comprador para as entidades responsáveis por ajudá-lo a conseguir formas de pagar ou financiar o imóvel que o mesmo pretende comprar. Isso acontece pois as construtoras possuem linhas de crédito mais fáceis e possuem mais experiência sobre como lidar com as burocracias dos bancos quando o assunto é comprar um novo imóvel.

Comprador: Se você está aqui lendo esse texto é muito provável que esteja nessa etapa da análise, o comprador é a parte mais importante e deve ser a mais exigente também, levando em conta todas as opções que o mercado oferece e nunca tomando uma decisão antes de pesquisar todas as possibilidades. O comprador possui grande parcela da responsabilidade do seu próprio contentamento com o seu imóvel pois ele é a pessoa que vai avaliar se este imóvel está dentro de suas condições, se está na localização que ele precisa, se o imóvel possui o número de quartos ou o espaço necessário para sua família, entre outros.

Falando ainda do comprador temos que ressaltar que ele possui direitos e deveres que devem ser respeitados e responsabilidades financeiras que ele deve arcar, porém nem todos os compradores são capazes de comprar um imóvel à vista e por isso recorrem aos famosos emprestimos ou financiamentos providenciados pelos bancos.

Bancos: Os bancos são empresas capazes de ajudar os novos compradores a realizar o seu sonho de comprar um imóvel de diversas formas, porém a forma mais utilizada hoje em dia é o financiamento, mas como funciona o financiamento? Em um financiamento o banco paga para a construtora a totalidade do valor do imóvel porém dá a possibilidade do comprador pagar o valor do imóvel dividido em parcelas, posteriormente quitando o valor do imóvel e podendo passar o mesmo para o seu nome.

Mas o banco cobra um valor a mais pela comodidade de pagar o valor do imóvel parcelado, esse valor colocado a mais no valor final chama-se juros e ele incide no valor total no empréstimo de forma mensal. A diferença entre os mais diversos bancos é justamente quanto cada um deles vai cobrar de juros mensalmente, cabendo ao comprador escolher a melhor proposta para o seu financiamento.

Órgãos públicos: Como o próprio nome esclarece os órgão públicos são entidades do governo responsáveis por supervisionar todos os envolvidos nessa nossa história que acabamos de contar, sendo que cada envolvido responde à uma agência ou órgão regulador diferente e todos eles estão sob a jurisdição do governo nacional. As ações desses órgãos são as mais variadas e começam com a simples autenticação da venda de um terreno, passam pela verificação do andamento de uma obra e o cumprimento das leis de construção civil e terminam nos procedimentos de entrega da chave às mãos do comprador.

Depois de analisar todos os envolvidos podemos entender melhor qual a tendência do mercado imobiliário para 2018 e o que devemos esperar desse mercado cheio de novidades. Para o ano de 2018 o mercado promete investir pesado em construções de apartamentos ou moradias populares e pequenas devido aos grandes incentivos que o governo vêm proporcionando às construtoras. Chegamos ao fim de mais esse artigo e esperamos que você tenha aprendido muito sobre o mercado imobiliário e caso tenha ficado alguma dúvida entre em contato conosco, será um prazer lhe atender.

mercado imobiliário rio de janeiro
mercado imobiliário como funciona?
mercado iiliário próximos an
mercado imobiliario preço metro quadrado
bairros do rio de Janeiro
investidores mercado imobiliário
mercado imobiliário de alto padrăo

WhatsApp Logo

Compare Anúncios